Dermatoscopia do couro cabeludo – Dra. Joyce Benck Utzig

A dermatoscopia do couro cabeludo ou tricoscopia é um exame avançado, minucioso, rápido, indolor e não invasivo realizado no consultório pelo dermatologista para avaliar as causas da queda de cabelo.

Utiliza-se um aparelho chamado dermatoscópio, cujo sistema de lentes e luzes especiais aumenta várias vezes o tamanho das estruturas e permite ao dermatologista avaliar vários aspectos do couro cabeludo e dos fios de cabelo.

A análise dos padrões de descamação e alterações do couro cabeludo, do tipo de rarefação e achados específicos das hastes dos cabelos fornece dados para o diagnóstico de diferentes doenças. As mais frequentes são: eflúvio telógeno (o tipo de queda de cabelo mais comum), calvície feminina e masculina, dermatite seborréica, alopécia areata, lúpus cutâneo, psoríase, foliculites.

Atualmente é ferramenta de grande importância para diagnosticar e tratar precocemente a calvíce masculina e feminina, inflamações e infecções do couro cabeludo. Cada uma destas condições tem um tratamento específico, sendo primordial um diagnóstico preciso e logo no início da manifestação da doença.

As doenças que causam queda de cabelo são divididas em alopécias cicatriciais e alopécias não cicatriciais. No caso das alopécias cicatriciais, condições nas quais o cabelo não volta a crescer mesmo com o tratamento, é fundamental um exame dermatoscópico para suspeição da condição e instituição precoce da terapia.

Também auxilia na escolha do melhor local para biópsia, caso esta seja necessária. O exame tem função, ainda, no acompanhamento do tratamento, para avaliar a evolução e resposta às terapias. Isso ocorre pelo fato de ser possível observar novos fios de cabelo em crescimento e melhora das áreas de inflamação, não visulizadas a olho nu.

Todas os pacientes com queixa de queda de cabelo devem ser avaliados por este método, realizado por um dermatologista membro da sociedade brasileira de dermatologia, para ter um diagnóstico correto da causa do problema e portanto, um tratamento e acompanhamento apropriados.

Autora: Dra. Joyce Benck Utzig, dermatologista SBD-RS

A SBD-RS não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos apresentados na Palavra do Dermato. O artigo apresentado acima é de total responsabilidade do autor.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Conecte-se

Este site utiliza cookies

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Se de acordo, clique em ACEITAR ao lado.