Cuidados ao fazer um piercing – Dra. Michelle Lise

O piercing está na moda. A técnica consiste na perfuração da pele para a colocação de adornos.

Em geral, são colocados na orelha, nariz, sobrancelhas e língua, porém os adeptos da modificação corporal vêm utilizando mesmo em áreas não usuais como mamilos e genitais.

Contudo, assim como no caso das tatuagens são necessários alguns cuidados antes de colocá-lo:

– Verificar se o estabelecimento segue regras de higiene e esterilização dos materiais utilizados, para evitar contaminação com hepatites, tétano e HIV e se tem registro da composição do adorno em si.
– Atentar durante a colocação para a limpeza prévia da pele para evitar infecções bacterianas locais.
– Perfurações da língua podem ocasionar lesões de vasos e nervos, com perda de sensibilidade e dificuldade para falar e mastigar, bem como, lesões dos dentes, gengivas e dificuldade para a higiene oral.
– O aumento do lóbulo da orelha pode gerar deformidades permanentes, com necessidade de tratamento cirúrgico.
– Os implantes cutâneos podem produzir alergias e granulomas de corpo estranho, além de úlceras por necrose da pele se houver excesso de pressão.

Além das infecções, há o risco de se desenvolver queloide e alergia ao material do adorno.

Pacientes com doenças como diabetes ou deficiências de imunidade podem ter maior dificuldade de cicatrização e tendência a infecções, devendo ser avaliados por um médico antes do procedimento.

Se perceber inchaço, secreções ou sangramento no local da perfuração procure atendimento especializado

Autor: Dra. Michelle Lise – dermatologista SBD-RS

A SBD-RS não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos apresentados na Palavra do Dermato. O artigo apresentado acima é de total responsabilidade do autor.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Conecte-se